domingo, 15 de junho de 2008

Tarte de Kéfir

Este fim-de-semana apresento-vos uma proposta que considero interessante. É uma simples tarte de kéfir de leite, mas para quem não conhece o kéfir não se deixe esmorecer, pois basta substituir por leite simples. Costumo fazer estas tartes praticamente todas as semanas, principalmente agora pelo Verão. Dão para ser feitas com antecedência e com praticamente tudo, principalmente com imensos legumes, e mesmo quem não gosta deles costuma apreciar estas tartes. Ora vejam lá este aspecto!!!

Tarte de bacalhau, alho francês, cebola e courgete, com cobertura de queijo e oregãos:Tarte de frango, espinafres, beringela, cebola e alho, com cobertura simples da mesma massa polvilhada com oregãos:Tarte de atum, couve branca, cenoura e cebola, com cobertura simples da mesma massa:Quanto a medidas costumo fazer a 'olhómetro', mas é mais ou menos o seguinte:

-Para a massa:

  • 250 ml de kéfir de leite (ou leite simples)
  • 5 a 6 colheres de sopa de azeite (ou manteiga)
  • uma pitada de sal grosso
  • farinha q.b. (quanto baste)

Numa tigela misturam-se os três primeiros ingredientes e com a ajuda de um garfo começa-se a misturar farinha. Quando a massa começar a ficar já mais consistente trabalha-se com a mão e continua a adicionar-se farinha até obter uma massa que seja possível estender com um rolo. Forra-se o fundo de uma tarteira de preferência de fundo móvel com esta massa e reserva-se um pouco para fazer uma tampa. Não é necessário untar a forma nem nada pois esta massa não pega e inclusivé não costuma queimar (a não ser que a gente se esqueça que a tarte está no forno, claro!!!).

-Para o recheio:

Praticamente o que se tiver à mão. Pode ser feita apenas com legumes. Num tacho põe-se o que se quiser já cortado ou esfiado (convém cozer as carnes ou os peixes previamente), rega-se com um fio de azeite e tempera-se com sal. Vai a lume brando uns minutos apenas para amolecer um pouco os legumes (normalmente nem é necessário acrescentar água).

Depois 'monta-se' a tarte. Forra-se a forma com a massa, deita-se o recheio lá para dentro, cobre-se com a restante massa, pincela-se com ovo batido ou cobre-se com queijo ralado, e pode-se polvilhar ou não com oregãos. Vai a forno previamente aquecido até a massa estar cozida, ou seja, mais ou menos de 15 a 20 minutos.

Pode-se comer assim fresca, ou no dia seguinte aquecida no micro-ondas ou até fria do frigorífico para quem preferir. Come-se simples ou acompanhada de uma salada.

Espero que gostem!!!

1 comentário:

Malhinhas disse...

Será possível entregar hoje uma tarte de cada para o Jantar? Na
Travessa da Avenida dos Sonhos...
Parabéns
Bjs